Perda dos dentes prejudica a saúde na terceira idade


Asscom Unit | CM News |
Em

A perda parcial ou total dos dentes permanentes em idosos prejudica a nutrição e a autoestima

 

Uma condição comum na terceira idade é a perda parcial ou total de dentes permanentes. Conhecida como edentulismo, esconde vários prejuízos à saúde do idoso. Além de prejudicar a alimentação, o problema pode gerar outros problemas de saúde como perda ou ganho excessivo de peso, alterações no sistema imune e baixa autoestima. Por isso, é importante que a saúde bucal seja observada com atenção.

 

“O edentulismo pode ser congênito (a pessoa nunca possuiu o germe dentário) ou adquirida durante a vida (patologias ou traumatismos). Acomete mais os adultos e os idosos uma vez que a maior prevalência da perda de dentes apresenta-se de forma adquirida durante a vida”, explica a professora da Universidade Tiradentes, Dra. Rosemilia Milet.

 

Além do prejuízo estético, a doença também prejudica a saúde do idoso. “Muitas vezes a qualidade de vida do idoso é afetada, pois prejudica a capacidade mastigatória, o consumo de diversos alimentos, a fonação, reduzindo o bem estar, bem como provocando alterações psicológicas e funcionais”, diz.

 

“É necessário escovar os dentes ao acordar, após as refeições e antes de dormir, bem como utilizar o fio dental, ter uma dieta balanceada, evitando alimentos que possuam alto teor de açúcar, não fumar e visitar o cirurgião-dentista”, acrescenta a professora.

 

Para chamar a atenção para a importância da manutenção da saúde bucal, o Ministério da Saúde lançou a Política Nacional de Saúde Bucal (Programa Brasil Sorridente), uma série de medidas que visam garantir ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal dos brasileiros.

 

“É importante garantir uma boa saúde bucal no idoso, pois dessa forma estamos ajudando a melhorar o estado de saúde geral do seu organismo, evitando dessa forma problemas futuros. Precisamos ficar atentos em relação à população idosa, pois a falta de dentes nessa faixa etária pode afetar a nutrição e dessa forma pode reduzir a imunidade e agravar doenças pré-existentes”, conclui Milet.