Eurofarma lança desafios para startups

Eurofarma Synapsis estimula empresas a buscarem soluções para a indústria farmacêutica; inscrições vão até 20 de agosto

Marcela Araujo | CM News |
Em

Eurofarma lança desafios para startups
Imagem: Divulgação

A Eurofarma anuncia a abertura das inscrições para a 4ª edição do Eurofarma Synapsis, programa de aceleração de startups realizado em parceria com a Innoscience. As inscrições vão até o dia 20 de agosto e podem ser feitas através do site Synapsis.

Serão selecionadas as melhores soluções apresentadas para os desafios pré-definidos pelas diversas áreas da empresa. A Eurofarma é, hoje, a farmacêutica multinacional brasileira que mais investe em inovação no país e, por isso, ampliou a abrangência do programa nesta quarta edição.

Para esta etapa do Eurofarma Synapsis, a companhia busca diferentes perfis de maturidade de startups, com soluções através de serviços ou produtos que atendam oito desafios pré-estabelecidos pela empresa. Os desafios vão desde automação de processos operacionais a otimização de negócio. Veja quais são:

  • Automação de Documentos Jurídicos
  • Inovação para Hospitais
  • Mensuração e Acompanhamento de Aprendizagem
  • Integração de Informações Regulatórias
  • NOC: Monitoramento 24×7
  • Processo de Acompanhamento de Compras
  • Guia de Programa Sanitário para Animais de Produção
  • Sequenciamento de Produção

De acordo com a diretoria da Eurofarma, o objetivo com o programa é escalar soluções e acelerar a transformação digital dentro da companhia. Com isso, a farmacêutica espera ter mais eficiência operacional, agilidade e diferencial competitivo.

Como funciona o programa

O Eurofarma Synapsis terá duração de cinco meses e previsão de término em janeiro. As startups selecionadas terão uma imersão completa no desafio, com a chance de executar um piloto remunerado ainda em 2021. Ao final, poderão se tornar parceiras da Eurofarma.

O papel da Inoscience será o de fazer a ligação entre as startups e as áreas de negócio da farmaceutica. A empresa utilizará metodologia própria.

 

Leia também: Laércio Oliveira: A economia está em processo de recuperação

Compartilhe :