Sinalização bem executada gera economia de 15%


A varejista de materiais de construção Leroy Merlin adotou uma solução que cria etiquetas de preços e cartazes de promoção. Oferecida pela startup Pricefy, a ferramenta proporcionou uma redução de despesas de 15% com etiquetas em relação ao processo utilizado anteriormente. Presente nas 41 lojas da empresa, também ajuda a diminuir erros na precificação e agiliza o processo.

Software

A solução também visa melhorar o processo de criação e gestão de cartazes de promoção. O software trabalha com templates (modelos prontos), o que agiliza a produção. Antes, eles eram feitos por um funcionário mantido especificamente para essa tarefa em cada loja e demoravam até três dias para ficar prontos. Agora, a confecção leva apenas 15 minutos e pode ser feita por qualquer um da equipe. Outro benefício foi a integração da ferramenta ao sistema de ERP, reduzindo divergências de preços.

Atualmente, a varejista e a startup estão desenvolvendo uma solução para facilitar o acesso dos funcionários a uma ficha técnica de todos os produtos. “Ela vai ficar salva, pronta para usar. Hoje, quando é necessário, demoramos muito tempo escrevendo todos os dados”, afirma Paulo Barquette, líder de processos operacionais da Leroy.

200 mil cartazes de promoção produzidos com a solução da Pricefy.

1,5 milhão de etiquetas de preços criadas por meio da plataforma.

Recebimento digital de atestado médico

Lançado pela Flex Gestão de Relacionamento, o Atestado Médico Digital já está à disposição das empresas. Consiste em uma solução de recebimento cujo objetivo é desafogar as áreas de RH, exigindo, em alguns casos, estrutura específica para cuidar desse processo. A ferramenta funciona da seguinte maneira: o funcionário entra em contato com um robô cognitivo e responde a algumas perguntas cadastradas pela empresa. No final, ele tira uma foto do atestado, que é enviada ao setor de RH com as demais informações. A área de recursos humanos aprova o documento e faz o trabalho de backoffice. Depois disso, o colaborador recebe o protocolo de entrega por e-mail ou SMS. “Com essa facilidade, o RH pode focar a análise do atestado, ao invés de privilegiar o recebimento e o lançamento. Assim, alimenta mais rapidamente seu banco de dados e consegue mapear a situação de cada um de seus funcionários, inclusive o tempo de afastamento”, completa Topázio Silveira Neto, CEO da Flex.

 

fonte: SA Varejo

Anterior Déficit de contas públicas deve ficar em R$ 98,17 bilhões neste ano
Próximo Banese financia geração de energia solar fotovoltaica

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *