Sefaz inicia nova etapa no processo de modernização da gestão fiscal do Estado


Técnicos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) promoveram na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) a reunião inicial da nova etapa do processo de modernização da gestão financeira e fiscal do Governo de Sergipe, com vistas ao aprimoramento das ferramentas e dos procedimentos de arrecadação e de aplicação de recursos públicos. Essa nova etapa integra o projeto denominado pelo BID como Profisco 2.

Nesta reunião inicial, foi realizado o seminário intitulado “Sensibilização do MD GEFIS – Metodologia para Avaliação da Maturidade e Desempenho da Gestão Fiscal” com superintendentes, gerentes e gestores das mais diversas áreas da Sefaz. No seminário foram apresentados os encaminhamentos para a realização de um diagnóstico – ainda neste mês de maio – que avaliará a maturidade da gestão financeira e fiscal do Estado, detectando, assim, os pontos fortes e as necessidades de melhorias.

Antes do seminário, a Sefaz promoveu uma reunião dos técnicos do BID com representantes de secretárias e órgãos ligados ao planejamento, transparência e controle interno, a exemplo da Secretaria de Administração (Sead) e Controladoria Geral do Estado (CGE). O intuito é integrar essas pastas aos trabalhos de modernização realizados na Secretaria da Fazenda, para que cada um possa contribuir no diagnóstico de aprimoramento da gestão. O processo de modernização irá abranger o governo como um todo e não somente a Sefaz.

Na próxima semana será realizada a preparação para o diagnóstico do BID referente aos aspectos vinculados à governança e à transparência fiscal, que possuem o objetivo de analisar o direcionamento estratégico e o monitoramento de toda a gestão fiscal.

Promofaz

O Projeto de Modernização Fazendária (Promofaz) – que recebeu a denominação no BID como Profisco 1 – foi iniciado na Sefaz Sergipe no segundo semestre de 2013 com o objetivo de desenvolver projetos focados no aperfeiçoamento e modernização da gestão estratégica, organizacional e de recursos humanos, melhoria da eficiência e eficácia das administrações tributária e financeira e aperfeiçoamento dos serviços de tecnologia da informação e comunicação.

Durante a primeira fase do Promofaz a Secretaria de Estado da Fazenda atingiu um novo patamar na gestão pública em sua história, com a implantação de novos sistemas de controle, auditoria e fiscalização, aliado à aquisição de equipamentos e melhoria das unidades secretaria.

 

Fonte: Sefaz/SE

 

Anterior Bolsonaro não quer e não pode intervir em preços, diz porta-voz
Próximo PIB fica estável no trimestre encerrado em fevereiro

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *