São Cristóvão garante piso salarial dos professores


O prefeito Marcos Santana, juntamente com a equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semed), se reuniu com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica de Sergipe (Sintese) e definiu o aumento de 12,84% para o ano de 2020. Com isso, o vencimento inicial do salário do magistério passa de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24.

Na ocasião, o prefeito também endossou a preocupação da gestão em quitar o déficit com a categoria deixado pelas antigas gestões, o que causou diversas quedas nos salários dos professores.

“Nos próximos meses, pretendemos cumprir a obrigação que o município tem para com os professores, resolvendo as perdas salariais que a categoria sofreu ao longo de décadas com a aprovação de forma arbitrária de leis que reajustaram o valor do piso de 2011 e 2012, além de reduzir a regência de classe de 25% para 1%. Com isso, os professores tiveram redução salarial de mais de 30% de seus salários, além de exoneração, resultando em mais de 60 dias de greve”, pontuou.

Estrutura

Os investimentos na readequação das unidades de ensino já somam investimentos na ordem de R$ 1.217.000,00. Os reparos têm sido realizados por parte da prefeitura nas estruturas físicas das escolas da rede municipal da Educação. Uma dessas unidades é a Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental Manuel Assunção, no Parque Santa Rita.

A ação integra uma série de melhorias nas escolas, (pintura, troca de forro, substituição de calhas de luminárias, troca de lâmpadas e de reatores, troca das descargas sanitárias, fiação elétrica dos banheiros, bem como a recuperação da calçada e a adaptação para a acessibilidade de pessoas com deficiência na calçada e nos banheiros da escola), que está sendo executada pela Secretaria Municipal da Educação (Semed).

Outra ação da gestão municipal é a climatização das escolas, a exemplo da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Martinho de Oliveira Bravo, no Rosa Elze. Ao todo sete escolas já passaram por esse processo. Na próxima quinta-feira (20), a Escola Municipal (EMEF) Antônio Carlos Leite Franco será entregue toda climatizada e requalificada.

“A ideia é transformar nossas escolas em centros de excelência, não somente no aspecto físico, mas também no aspecto pedagógico. Nós queremos dar a nossa parcela de contribuição para esse país. É o melhor investimento que podemos fazer, pois sabemos que a educação é instrumento que pode mudar a sociedade”, declarou o prefeito Marcos Santana.

As obras são realizadas pela equipe de obras da Semed e empresa de manutenção contratada.

Material escolar

Com aporte de R$ 380.000,00 adquiridos junto ao Fundo Nacional de Educação (FNDE), a Semed adquiriu material didático específico para os alunos do 4º e 5º e 8º e 9º ano com o objetivo de elevar o desempenho dos alunos na Prova Brasil.

Capacitação

A capacitação continuada dos docentes também faz parte das melhorias na rede de ensino. Nesta quarta (12), ocorreu o início da jornada pedagógica com o objetivo de agregar novos conhecimentos para a formação de alunos e professores.

“Com certeza nos saímos daqui com um aprendizado mais avançado para aplicarmos nas nossas unidades de ensino. A atual gestão tem feito o possível para que todas as unidades tenham uma educação de qualidade.”, disse a diretora EMEF Dr. Martinho de Oliveira Bravo, Rosilda Machado.

 

 

Fonte: Ascom/ São Cristóvão

Anterior Jovens foram os mais atingidos por piora no mercado de trabalho, diz FGV
Próximo Coronavírus gera impacto crescente sobre trabalhadores da área da saúde

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *