O custo da construção em Sergipe aumentou 0,7%


Com base nos dados do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi), que é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em convênio com a Caixa Econômica Federal, o Boletim Sergipe Econômico em parceria com o Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, analisou os dados e  revelou que o custo da construção, medido por metro quadrado (m²), em Sergipe, no mês de março deste ano, teve elevação de 0,7%, quando comparado com o mês imediatamente anterior, fevereiro último.

Em termos absolutos, o valor do custo médio por metro quadrado, no mês analisado, ficou em R$ 939,03, sendo o menor custo registrado entre os estados brasileiros, no mês em análise. Tal índice quando comparado com março de 2017, apresenta uma elevação de 3,2% no custo, em termos absolutos, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação no período.

Composição do Custo da construção de março/2018

Analisando os custos da construção separadamente, verificou-se que do valor total, a fatia de 54,4%, ou R$ 511,02, correspondeu ao custo com material, enquanto que os 45,6% restantes, ou R$ 428,01, referiu-se ao valor da mão de obra empregada.

Em termos relativos, o custo com material no mês analisado registrou crescimento de 1,21%, na comparação com o mês imediatamente anterior (fevereiro/2018). Percebeu-se, também, alta de 2,45% quando comparado com o mesmo mês do ano anterior.

Quanto ao custo com a mão de obra, notou-se estabilidade em relação ao último mês de fevereiro. Por sua vez, quando comparado com março do ano passado, observou-se expansão superior a 4%.

 

 

Fonte: NIE/FIES

Anterior Jucese promove capacitação sobre cooperativas
Próximo Aneel libera novas tarifas a partir domingo, 22

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *