Crédito do BNB a micro e pequenas empresas impactou na manutenção de empregos


| CM News |
Em

Banco do Nordeste supera R$ 20 bilhões em investimentos no primeiro semestre
Imagem: Divulgação

As operações de crédito do Banco do Nordeste com micro e pequenas empresas (MPE) geraram ou ajudaram a manter abertas, em sua área de atuação, mais 122 mil vagas de empregos, entre formais e informais, durante o ano de 2021. A estimativa é do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene). Segundo o estudo, essa ocupação representou uma massa salarial de R$ 1,5 bilhão.

Todo esse impacto foi resultado do investimento de R$ 3,8 bilhões destinado pelo BNB às micro e pequenas empresas em operações de crédito. Os recursos agregaram à economia do Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo um total de R$ 4,6 bilhões. Além disso, foram gerados R$ 576,3 milhões em tributos aos governos das esferas municipal, estadual e federal.

Sergipe
As operações de crédito a MPE no estado de Sergipe somaram R$ 192,2milhões, em 2021. Como consequência, foram gerados ou mantidos 5,4 mil postos de trabalho que resultaram no total de R$ 62,3 milhões em salários.

O estado teve, ainda, um ganho de R$ 195,1 milhões que foram agregados à sua economia. Em tributos municipais, estaduais e federais, esses recursos representaram mais de R$ 22,1 milhões.

Impacto no Brasil
Os benefícios gerados com as operações na área de atuação do Banco do Nordeste se refletem na economia de outras regiões do Brasil. Ao todo, de acordo com o levantamento, o país agregou à sua economia R$ 7,9 bilhões. Isso ocorre, segundo o gerente executivo do Etene, Allisson Martins, porque a dinâmica econômica gerada a partir do crédito concedido tem impacto também em nível nacional, sob o efeito de transbordamento econômico positivo. “Seja uma matéria-prima que o empreendedor nordestino traz de outro estado ou máquinas e equipamentos financiadas e oriundas de outra região, faz com que o recurso circule além do Nordeste, catalisando ao mesmo tempo a economia regional e nacional”, explica.

A consequência disso é a geração ou manutenção de postos de trabalho por todo o Brasil. Ao todo, o impacto foi de 161 mil empregos com massa salarial de R$ 2,6 bilhões. Além de geração de tributos na ordem de R$ 1,2 bilhão, em todo o país, em razão do crédito concedido pelo Banco do Nordeste para às micro e pequenas empresas.

Imprensa BNB