Fecomércio realiza intercâmbio empresarial entre Sergipe-Portugal


Fecomércio reune mais de 40 empreendedores
Empresário palestra sobre segmentos para investir em Portugal

Mais de 40 empreendedores sergipanos participaram do intercâmbio empresarial

Fecomércio reune mais de 40 empreendedores
Empresário palestra sobre investimentos em Portugal

entre Sergipe-Portugal, o evento ocorreu no auditório do Sesc Centro, na manhã desta terça-feira (10), o encontro faz parte da edição especial do Ciclo de Diálogos Empresariais, “Bate-Papo com Empresários”, com a presença do empresário português Alberto Barreiro.

O momento com os empresários sucede a uma série de compromissos relacionados ao trabalho de exportação dos produtos e serviços sergipanos para Portugal, que começou com a ida de uma missão empresarial da Fecomércio para Portugal, em setembro do ano passado, quando Barreiro os auxiliou nas tratativas iniciais para expansão de suas empresas em terras lusitanas.

O objetivo do evento é estimular a troca de experiências e conhecimentos sobre como os empresários portugueses podem investir em Sergipe e como pode ser feito o caminho de mão dupla para os empreendedores sergipanos desenvolverem suas atividades em P

ortugal.

Fomentação de ideias

Participaram do evento empresários dos ramos de comércio, serviços, turismo, desenvolvedores de startups, tecnologia e informação, restaurantes, asseio e conservação, aeronáutica, comunicação, chocolateria, beleza e estética e diversas outras atividades. O intercâmbio empresarial está fomentando ideias para a implantação das filiais das empresas sergipanas em Portugal, fortalecendo os vínculos do estado com o mercado português. Alberto Barreiro destacou a importância dos investimentos nas empresas em Portugal e valorizou a iniciativa de vinda de recursos de lá para Sergipe, por meio dos empreendedores.

“Estamos vivendo um momento importante para o estreitamento de laços comerciais que vão de Sergipe para Portugal e vice-versa. Sergipe tem muito talento e capacidade empresarial para exportar seus negócios para Portugal, com perspectivas de crescimento das atividades em diversas áreas. Fico feliz em ver os empreendedores interessados. Estou feliz em vir a Aracaju, para poder viver essa boa experiência em poder ajudar aos empresários locais a exportar seus negócios, orientando-lhes em como implementar seus negócios em Portugal”, disse Alberto Barreiro.

Áreas promissoras em Portugal

Alberto tirou dúvidas dos participantes do encontro, respondendo questionamentos sobre questões de implantação das atividades, burocráticas e áreas de investimento com maior potencial, além do relacionamento com a imprensa, ações desenvolvidas pelas associações empresariais portuguesas, captação de clientes, estudo de público-alvo e campanhas de atração de consumidores para o comércio. Barreiro fez um destaque sobre o projeto “Natal Iluminado”, desenvolvido pela Fecomércio Sergipe, que possui similaridades com projetos aplicados lá nas cidades de Lisboa, Odivelas e Famões.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe, Laércio Oliveira, comentou sobre a participação de Alberto Barreiro em Sergipe e destacou que sua expertise no mercado local já está ajudando empreendedores sergipanos a levar sua atuação, promovendo não apenas o desenvolvimento econômico em Portugal, mas também em Sergipe, por meio da exportação de produtos e serviços.

“Esse é um caminho de mão dupla que está sendo bem-sucedido. Dos empresários que foram para Portugal para conhecer o mercado local, mais da metade está com seus projetos em andamento, levando nossos produtos para lá, exportando o que temos de melhor em Sergipe. Assim como aqui, também estamos com portas abertas para receber os investimentos dos empresários portugueses, que têm mostrado interesse em empreender em Sergipe. Nessa relação, os dois lados saem ganhando, pois gera emprego e renda tanto em Sergipe, quanto em Portugal”, disse o presidente.

As melhores áreas para investimento foram apontadas por Alberto Barreiro, o que atraiu ainda mais os participantes do encontro promovido pela Fecomércio, para investirem em novas ações empreendedoras. O empresário consultor destacou que as áreas de hotelaria, alimentação, comércio de frutas tropicais, varejo de vizinhança, serviços de asseio e conservação, comércio eletrônico, serviços de saúde, home-care e resgate médico, franquias de baixo custo estão em alta em Portugal e que o país pode servir como porta de entrada para a expansão de atividades para diversos países da Europa.

 

Fonte: Fecomércio Sergipe

Anterior Sergipe ultrapassou R$ 7,4 milhões com repasse de Royalties
Próximo Medida provisória prevê aumento de energia elétrica

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *