Empresa que promete ganho diário de até 2% com bitcoin é investigada


A Investimento Bitcoin lançou uma propaganda em diversos canais de televisão e na Internet, com a proposta “Invista Bitcoin e ganhe de 1% a 2% todos os dias”. No entanto, há indícios bastante claros de fraude nessa promessa, que chegou a chamar a atenção da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Conforme divulgou o site Valor Invest, um relatório da CVM aponta para “indícios de fraude na captação de recursos de terceiros, com características típicas de pirâmide financeira” na Investimento Bitcoin. O orgão também sugere ao Ministério Público que investigue as atividades da empresa.

O site da empresa não revela telefone, endereço ou nome dos donos. Mas a investigação descobriu os nomes dos sócios e que o endereço registrado pela empresa fica em uma casa no bairro periférico de São Bernardo do Campo (SP), onde mora a mãe de um dos supostos sócios.

Se a proposta da peça publicitária fosse viável, um investidor acumularia ganhos de mais de 60% em apenas um mês. Em menos de dois meses, seu investimento dobraria de valor.

A Investimento Bitcoin também promete ganhos extras para quem indicar novos clientes, dentro de um modelo de “marketing multinível”. Os ganhos começam em 10% na primeira indicação, 4% na segunda e 1% a partir da quinta indicação.

Embora a prática seja legal, algumas empresas mal-intencionadas usam a mesma estrutura, mas sem a comercialização de produtos, apenas com aportes financeiros. Em algum momento, a estrutura não se sustenta mais e a pirâmide desaba.

De acordo com a investigação do UOL, a Investimento Bitcoin Brasil LTDA, empresa que supostamente representa a Investimento Bitcoin.com no Brasil, foi fundada em agosto de 2016 com o nome W&T Intermediações de Negócios e Participações Ltda. Constam como sócios da empresa Wendel Cardoso Cortenove e Eduardo Diego Fiurst Duvoizem.

Em entrevista ao portal, Cortenove alegou que a sede da empresa fica em Lisboa, Portugal. E que, apesar do escritório estar registrado no endereço da sua mãe, em São Bernardo do Campo, eles estão de mudança para a Avenida Paulista, em São Paulo.

Ele também negou que seja diretor ou sócio responsável pela Investimento Bitcoin.com. “Eu sou responsável apenas pela parte de publicidade deles no Brasil. Eu não tomo decisões pela empresa. Sou apenas um dos líderes no Brasil”.

Cortenove também citou que está tratando das “exigências” da CVM, órgão que regula o mercado financeiro no Brasil. “É importante estar com tudo regularizado, atender a CVM. Com a CVM autorizando, a plataforma vai ficar muito mais segura”, declarou.

No entanto, a CVM não regula nem fiscaliza o mercado de criptomoedas no Brasil. O órgão apenas emite alertas e investiga casos suspeitos para coibir a prática de fraudes e golpes financeiros nesse mercado. E há uma investigação em curso na CVM sobre a Investimento Bitcoin.com.

 

 

Fonte: Olhar Digital

Anterior Bolsonaro exonera presidente da ABDI
Próximo Facebook passa a ter reconhecimento facial desativado por padrão

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *