Banese vai reduzir horário de atendimento em agências


A partir de amanhã (25), o Banco do Estado de Sergipe (Banese) modificará o horário de funcionamento de suas agências. Das 9h às 10h serão atendidos os clientes dos grupos de risco e das 10h às 14 horas acontecerá o atendimento presencial para os demais grupos com casos considerados estritamente necessários. As medidas reforçam as ações para melhorar a segurança de clientes e de colaboradores do Banese frente ao cenário de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Segundo o superintendente de Projetos de Gestão Estratégica, Luciano Passos, durante o período de pagamento dos aposentados e dos servidores públicos o horário de atendimento dos grupos de risco será ampliado em mais uma hora. Para evitar aglomerações, o banco recomenda que os aposentados e os servidores utilizem os Pontos Banese para recebimento.

Pensando na tranquilidade dos clientes, o banco segue orientando seus clientes a acessarem os serviços por meio dos canais digitais: aplicativo Banese, internet Banking e Alô Banese 3218-2020 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 284 3218 (demais regiões). Tudo de forma rápida e segura, e sem exposição a riscos.

“As próximas semanas serão fundamentais para vencer o Coronavírus e todos nós fazemos parte dessa luta. Acesse os nossos canais digitais e resolva tudo de casa”, diz Luciano Passos.

Grupos de risco

– Idosos e pessoas com doenças crônicas (insuficiência renal, doença respiratória), doenças cardiovasculares, diabéticos, hipertensos, fumantes;

– Pessoas com imunidade mais baixa ou saúde já debilitada;

– Profissionais da área da saúde.

Casos estritamente necessários:

· Abertura de conta salário;

· Alteração de senha do cartão magnético (4 dígitos);

· Atualização de cadastro operacional – PF e PJ;

· Cadastramento de telefone para recebimento do SMS;

· Cadastro de usuário e senha – internet banking pessoa jurídica (IBPJ);

· Cheques devolvidos (resgate);

· Empréstimos (profissionais liberais para PF e progiro para PJ);

· Entrega de cartão magnético;

· Estorno de transações nos canais de autoatendimento;

· Identificação de lançamentos não creditados em conta;

· Liquidação de empréstimos;

· Pagamento de títulos de valor igual ou superior a R$ 250 mil;

· Reabilitação de contas para clientes inscritos no CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos);

· Renegociação de dívidas;

· Resgate de aplicação financeira;

· Saque de alvará judicial;

· Saques sem cartão magnético (avulso);

· Solicitação/entrega de talonário/folhas de cheque (PJ);

· Solicitar novo código de segurança (contrassenha LETRAS);

· Sustação e cancelamento de cheques.

 

Fonte – Assessoria

Anterior Dow Jones registra ganho histórico com possível pacote de estímulo
Próximo Formalização do MEI é totalmente online e gratuita, ressalta Sebrae

Não há comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *